Seac-RJ: 54 anos de representatividade no setor de asseio e conservação

Por: Ricardo Garcia

No dia 11 de julho, o Sindicato de Asseio e Conservação do Rio de Janeiro (Seac-RJ)  completou54 anos de história como uma entidade representativa e atuante em diversas discussões políticas. A data foi especial também pela conquista de mais uma vitória para o país no Congresso. No mesmo dia, o Senado aprovou o texto da Reforma Trabalhista.

Para o Seac-RJ, todas as iniciativas que promovem o avanço do país devem ser apoiadas. E esta aprovação se configura como mais um importante passo rumo à modernização das relações de trabalho.

Embora o aniversário seja do Seac-RJ, foram a economia e os trabalhadores brasileiros que ganharam o presente. Eu, assim como todos os membros da diretoria, equipe e empresas associadas, nos sentimos diretamente responsáveis por essa vitória.

Enquanto entidade representativa, o Seac-RJ buscou conscientizar os líderes políticos sobre a real necessidade de mudanças na legislação trabalhista, algo que sempre esteve claro para nós, mas que a sociedade e as autoridades ainda tinham muita dificuldade para entender.

A Reforma Trabalhista irá corroborar avanços já tratados na Lei da Terceirização 13.429/17, aprovada em março deste ano. Juntas, as leis poderão trazer mais liberdade para as empresas gerarem empregos, tendo em vista a flexibilidade na contratação para serviços temporários e a maior segurança jurídica para os contratos de prestação de serviços. Tudo isso, claro, mantendo-se todos os direitos estabelecidos pela CLT ao trabalhador.

O Seac-RJ se fez presente e atuante em cada momento desses processos. As inúmeras incursões à Brasília, eventos e reuniões com autoridades e especialistas mostraram que o crescimento só seria viável depois de uma adaptação da legislação ao mercado de trabalho atual.

O trabalho foi árduo e lento, mas no fim, a nossa voz foi ouvida. Os meandros das esferas política e jurídica junto com a burocracia testaram a nossa vontade e força, mas perseveramos e, mesmo em um ano tão difícil, conseguimos mudanças expressivas que darão ao país um ambiente de negócios mais favorável e competitivo no mercado internacional. O mais importante é que essa não é uma conquista apenas da nossa classe, é de um país inteiro. O crescimento é para todos.

Ricardo Garcia é presidente do Seac-RJ 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Seac-RJ

Esta entrada foi publicada em LEGISLAÇÃO E JURISPRUDÊNCIA, SEAC-RJ e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *