Eleições 2018

Empresariado espera que a economia volte a crescer após o fim do processo eleitoral

Por Ricardo Garcia

Recentemente, dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), apurados pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), indicam que o momento atual já se descola do ápice da crise pela qual ainda passa a economia do estado do Rio. 

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) de julho, no Estado do Rio de Janeiro, apresentou alta de 5,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, alcançando 101,8 pontos no geral. A partir de 100 pontos, o índice, que vai de 0 a 200, indica situação de otimismo.

A economia brasileira já não está em recessão, mas isso não significa que a crise foi superada. E embora a palavra otimismo seja difícil de empregar diante da realidade atual na economia fluminense, os empresários de modo geral acreditam que após a conclusão do processo eleitoral o país possa enfim retomar o caminho do desenvolvimento.

Como representante legal das empresas do setor de asseio e conservação, o Seac-RJ está atento às propostas dos candidatos a Governo Estadual, tendo em vista que o setor de prestação de serviços foi brutalmente atingido pela crise, em particular com os atrasos no pagamento dos contratos firmados com o poder público.

Esperamos que esse seja um recomeço para o país. O início do processo de expurgo da corrupção e da retomada do crescimento econômico.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Seac-RJ

Esta entrada foi publicada em SEAC-RJ e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *